Desde: 01.06.2011

Desde: 01.06.2011
BOM LEMBRAR: André Luiz - ‘Os Mensageiros’: “O que nos deve interessar, todavia, é a semeadura do bem. A germinação, o desenvolvimento, a flor e o fruto pertencem ao Senhor.” (Paulo e Estevão. Emmanuel/JC): “O valor da tarefa não está na presença pessoal do missionário, mas no conteúdo espiritual do seu verbo, da sua exemplificação e da sua vida”. Emmanuel: “O tédio é sempre filho da incompreensão dos nossos deveres.”. “[...] o desencanto constitui-se um veneno da imprevidência e da irresponsabilidade”. “[...] valiosa é a escassez, porque traz a disciplina. Preciosa é a abundância porque multiplica as formas do bem”. “[...] a permanência na terra decorre da necessidade de trabalho proveitoso e não do uso de vantagens efêmeras”. "Tudo que a doutrina espirita me ensinou é que precisamos nos renovar sempre." (Chico Xavier). Há publicações conforme o mote da página: *Vida/Espiritualidade *Arte; *Direito.

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Vida: O mais idoso aluno do mundo - Kimani Maruge

Kimani Maruge (Kimani Ng’ang’a Maruge)
O mais idoso aluno do mundo, Kimani Ng’ang’a Maruge, iniciou seus estudos na escola primária no Quênia, aos 85 anos de idade, para poder ler a bíblia. Cinco anos depois ele tornou-se cristão e foi batizado na Igreja Católica Romana da Santa Trindade, em Kariobangi, a leste de Nairóbi. Ele foi batizado em maio aos 90 anos de idade, numa cadeira de rodas, à qual está preso desde que sofre de câncer no estômago. “Decidi ser batizado depois de ler a Bíblia”, disse ele. “Ele foi aprovado em todos os testes de catecismo”, disse o padre Paulino Mondo, que o batizou com o nome de Stephen. No ano de 2004 Maruge entrou no Guinness, o livro dos recordes, como o aluno mais idoso do mundo, estudando na mesma sala de aula de dois dos seus 30 netos.

O filme The First Grader,conta a sua historia...
Ano: 2010
País: EUA, Reino Unido, Quénia
Género: Drama
Realização: Justin Chadwick
Elenco: Oliver Litondo, Emily Njoki, Hannah Wacera
Sinopse: Filmado numa aldeia situada numa montanha queniana, o filme conta a notável história verdadeira e edificante de Kimani Maruge, de 84 anos, antigo veterano Mau Mau, uma sociedade secreta que lutava pela descolonização do Quénia. Kimani é homem orgulhoso que está determinado a aproveitar a sua última chance de aprender a ler e escrever, e assim acaba por aderir a uma classe de alunos de seis anos de idade. Juntos, ele e a sua jovem professora, enfrentam resistência, mas ele acaba por descobri uma forma de superar as dores de seu passado...

Fonte: http://novidades4amigos.blogspot.com.br/2012/07/kimani-nganga-maruge.html

2 comentários:

Claudia Oliveira disse...

Simplesmente marcante! O filme relata uma verdeira e atual luta, a qual teve lá no Quênia esse admirável e corajoso homem como precursor.
A Educação de Jovens e Adultos é algo que infelizmente não tem recebido o olhar que merece nem tampouco tem sido respeitada devidamente.
A atual banalização da educação e rompimento de valores fundamentais na formação do ser humano tem tomado espaço indevido em nossa sociedade e filmes como esse, baseado em histórias reais que com certeza ainda acontecem mundo afora nos traz de volta à uma reflexão muito importante: estamos preservando o real sentido da educação, enquanto cidadãos e educadores? Ou estamos permitindo que a permissividade e o descompromisso consigo e com o próximo tome conta de toda sociedade, fazendo com que o nosso futuro seja de sujeitos alienados, rendidos e vendidos ao poder em sua grande maioria corrompido?
Foi um ótimo investimento assistir esse filme!

Unknown disse...

Esse homem o Kimani foi um grande guerreiro, além de lutar pela liberdade do seu país mostrou a todos a verdadeiro significado da educação, educação para todos, o que deve ser direito de todos igualdade, direito de aprender, ele lutou e conquistou seus objetivos pois nao desistiu, foi valente, fiel, e desbravador; Para se ter educação nao importa a idade mais sim a vontade de aprender.