Desde: 01.06.2011

Desde: 01.06.2011
BOM LEMBRAR: André Luiz - ‘Os Mensageiros’: “O que nos deve interessar, todavia, é a semeadura do bem. A germinação, o desenvolvimento, a flor e o fruto pertencem ao Senhor.” (Paulo e Estevão. Emmanuel/JC): “O valor da tarefa não está na presença pessoal do missionário, mas no conteúdo espiritual do seu verbo, da sua exemplificação e da sua vida”. Emmanuel: “O tédio é sempre filho da incompreensão dos nossos deveres.”. “[...] o desencanto constitui-se um veneno da imprevidência e da irresponsabilidade”. “[...] valiosa é a escassez, porque traz a disciplina. Preciosa é a abundância porque multiplica as formas do bem”. “[...] a permanência na terra decorre da necessidade de trabalho proveitoso e não do uso de vantagens efêmeras”. “Jamais atingiremos nossos objetivos torturando chagas, indicando cicatrizes, comentando defeitos ou atirando espinhos à face alheia. Compreensão e respeito devem preceder-nos a tarefa em qualquer parte.” (Emmanuel) "Tudo que a doutrina espirita me ensinou é que precisamos nos renovar sempre." (Chico Xavier).

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Arte/Graffiti: Juventude contra o Crack (Parangaba)


Arte/Graffiti: No ritmo da dança (Parangaba - Fortaleza)


Arte/Graffiti: Redução não é a solução (Parangaba - Fortaleza)


Arte/Graffiti: Coelhos (Parangaba - Fortaleza)


Arte/Graffiti: Puma (Parangaba - Fortaleza)


Arte/Graffiti: Mulher e Anunnaki (Vila União - Fortaleza)

SEMINARIO INTERNACIONAL ESPAÑOL-BRASILEÑO – 2015


SEMINARIO INTERNACIONAL Español-Brasileño – 2015
Derechos Fundamentales, Globalización y fragmentación. “Direitos Fundamentais, globalização e fragmentação

4 de Noviembre de 2015

10:00 INAGURACION EN AULA MAGNA DE FACULTAD DE DERECHO: Don Benjamín Rivaya, Decano de la Facultad de Derecho de la Universidad de Oviedo; Doña Carmen Lopez-Rendo Rodríguez, Profesora Titular Derecho Romano; Don Hugo de Brito Machado Segundo, Profesor de la Universidad Federal do Ceará. Brasil.
10:15 a 11:00: “O princípio do não-retrocesso e as medidas de austeridade em face da crise do sistema” – Clóvis Renato Costa Farias. Estudiante de doctorado del Programa de Posgrado en Derecho de la Universidad Federal do Ceará. Brasil.
11:00 a 11:45: “Nova Tecnologias e o Direito Constitucional ao Esquecimento” – Emmanuel Teófilo Furtado. Profesor de la Universidad Federal do Ceará. Brasil.
12:00 a 12:45: “Principios informadores del sistema tributário y principales Impuestos. Ayer y Hoy”. Carmen López-Rendo Rodríguez. Profesora Titular Derecho Romano de la Universidad de Oviedo.
13:00 a 13:45: “Progressividade do Imposto de Renda – Análise comparada entre os sistemas brasileiro e espanhol” – Hugo de Brito Machado Segundo Profesor de la Universidad Federal do Ceará. Brasil.

5 de Noviembre de 2015

9.00 a 9:45: “Liberdade Religiosa e laicismo estatal: o exemplo do Brasil” – Maria Vital da Rocha. Profesora de la Universidad Federal do Ceará. Brasil.
9:45 a 10.30:     “La relación magistrado-asamblea en el proceso legislativo en la república romana”. Maria José Azaustre Fernández. Profesora asociada Universidad de Oviedo.
10:30 a 11:15: “Terceirização e Terceiro Setor no Brasil” – Cynara Monteiro Mariano. Profesora de la Universidad Federal do Ceará. Brasil.
11:45 a 12.30: “El estudio del derecho romano como ejemplo de producto histórico”. Alfonso Murillo Villar.  Catedrático de Derecho Romano de Universidad de Burgos. Presidente de AIDROM.
12:30 a 13.15:  “Antigo tema, em cenário diferente: lições da Corte Europeia sobre as razões de estado na técnica de tributação.” - Raquel Cavalcanti Ramos Machado. Profesora de la Universidad Federal do Ceará. Brasil.
13:15 a 14:00: “Responsabilidad política de las magistraturas republicanas romanas, especial atención a la temporalidad”. Olga Gil García. Profesora  Ayudante Doctor de la Universidad de Burgos.

14:00 CLAUSURAProfesor Justo García Sanchez. Catedrático de Derecho Romano de la Universidad de Oviedo; Profesor Alfonso Murillo Villar. Catedrático de Derecho Romano de la Universidad de Burgos y Presidente de Aidrom; Profesor Hugo de Brito Machado Segundo, Profesora  Maria Vital da Rocha.

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Liminar defende trabalhadores da SAMEAC em greve nos hospitais da UFC




ATENÇÃO, PESSOAL!
VITÓRIA da ação proposta de forma autônoma e independente pelo MDTS - Movimento em Defesa dos Trabalhadores(as) da SAMEAC - na Justiça do trabalho através dos advogados Clóvis Renato e Thiago Pinheiro que assegura o direito de greve, impedindo demissões dos trabalhadores e trabalhadoras do Hospital das Clínicas e da Maternidade Escola. A luta ganha novo fôlego para alcançar seu objetivo! Emancipação não se mendiga, se conquista!








Clovis Renato e Etelvina
PODER JUDICIÁRIO
JUSTIÇA DO TRABALHO
TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 23ª REGIÃO
7ª Vara do Trabalho de Fortaleza
Diante do exposto, DEFIRO PARCIALMENTE O PEDIDO LIMINAR para
determinar a sustação de qualquer ato que implique na rescisão do contrato de trabalho dos autores durante o movimento grevista, dada a suspensão do pacto laboral.
O descumprimento de tal ordem judicial importará na aplicação de multa de R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais), por cada empregado dispensado, sem prejuízo das cominações penais aplicáveis à espécie.
NOTIFIQUE-SE O REQUERIDO do inteiro teor desta decisão, através de
MANDADO ESPECIAL, bem como para apresentar contestação, no prazo de 5 (cinco) dias (art. 802, CPC), sob as penas da lei.
Expedientes necessários.
Fortaleza-CE, 19 de outubro de 2015.
FRANCISCO ANTÔNIO DA SILVA FORTUNA
Juiz do Trabalho

Arte/Graffiti: Porque a rua é o NOSSO quintal...! (Hirlan Moura)

Sem ter medo de andar na rua
Porque a rua é o NOSSO quintal...!
Na rua de Passagem.

(Hirlan Moura)
Conexão: Ceará_Piauí

Arte/Graffiti: Garoto atento (Pecém/Ceará - Qroz)


quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Arte/Graffiti: Velho Besouro carregando o Ginásio Paulo Sarasate (Fortaleza/Centro)

Capitalismo, Desenvolvimentismo e Barbárie (José Paulo Netto, 2012)

O que é História? (Cantinho da História, introdução)

Voto (Cantinho da História do Brasil)

8 de março (Cantinho da História 6)

Conceitos em Sartre (Cantinho da História 116)

Independência e República (Cantinho da História 3)

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Ranke e o positivismo (Cantinho da História 56)

Historiografia (Cantinho da História 18)

Marc Bloch e o Ofício do Historiador (Cantinho da História 72)

ARQUIDIOCESE DE FORTALEZA SE SOLIDARIZA COM TRABALHADORES(AS) DA MATERNIDADE ESCOLA E HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA UFC AMEAÇADOS DE DEMISSÃO - NA IGREJA DE FÁTIMA, EM 13 DE OUTUBRO


No dia 13 de outubro, em todas as missas, desde a 1ª missa, às 5 horas da manhã, até a última, após a procissão, foi divulgada a carta de solidariedade do Arcebispo de Fortaleza e do Presidente da Comissão de Justiça e Paz da CNBB , em solidariedade aos trabalhadores(as) do Complexo Hospitalar da UFC ameaçados de demissão em massa e pela renovação do contrato da UFC com a SAMEAC, garantindo a sua permanência cuidando da população na Maternidade Escola e no Hospital das Clínicas.
Registramos a importância desse gesto solidário concreto de compromisso com a luta pela vida! Valeu, D. José e demais!
SOLIDARIEDADE AOS FUNCIONÁRIOS(AS) DA MEAC E HUWC/UFC AMEAÇADOS DE DEMISSÃO!
Funcionários(as) do Hospital Universitário e da Maternidade Escola da UFC ameaçados de demissão em massa, decidem resistir e iniciar uma greve por tempo indeterminado a partir de 05 de outubro.
Essa decisão deveu-se à intransigência desta Universidade que, juntamente com a EBSERH – Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, anunciaram um calendário de demissões que prevê o desligamento de cerca de 700 trabalhadores até 31 de dezembro, muitos dos quais com mais de 20 anos de serviço, prestando um inestimável atendimento aos usuários daquelas unidades hospitalares.
Vale ressaltar que a SAMEAC - SOCIEDADE DA ASSISTÊNCIA À MATERNIDADE ESCOLA ASSIS CHATEAUBRIAND, vem prestando esse serviço há 51 anos através de contratos com a UFC e agora seus funcionários correm o risco de serem descartados trazendo um prejuízo incalculável às suas famílias e à população cearense.
Após audiência do Movimento em Defesa dos Trabalhadores da SAMEAC – MDTS – com D. José Antônio assim se manifestou:

CARTA DO ARCEBISPO DE FORTALEZA E DA COMISSÃO DE JUSTIÇA E PAZ DA CNBB EM APOIO AOS TRABALHADORES(AS) DA SAMEAC
Ao Ministério Público Federal
Excelentíssimo Senhor Procurador da República,
Dr. Marcelo Monte
Ao Magnífico Reitor da UFC
Professor Henry Campos
Cumprimentando Vossa Excelência pelo destacado empenho em decisivas questões do MPF, vimos, por meio desta, expressar nossa fraterna solidariedade à questão social e trabalhista promovida pela solicitação do Movimento em defesa dos Trabalhadores(as) da SAMEAC (MDTS), cuja situação atual põe em risco condição de emprego de 700 profissionais que prestam serviço no Hospital Universitário Walter Cantídio e na Maternidade Escola (MEAC).
Recebemos uma carta aberta do MDTS, acompanhada de centenas de assinaturas de trabalhadores, familiares e apoiadores dessa causa tão delicada. Por isso contamos com a sensibilidade dessa Reitoria em viabilizar a urgência no pedido da Ação Judicial (ACP) em prol da prorrogação dos contratos desses trabalhadores por cinco anos. A Arquidiocese de Fortaleza, junto a Comissão de Justiça e Paz da CNBB, compreendem claramente as limitações de cada Instituição da República em viabilizar a melhor solução para problemas de ordem administrativa e trabalhista, principalmente em moment os de forte instabilidade econômica na conjuntura nacional. Exatamente por essa razão, a celeridade na Ação Judicial torna-se indispensável. Um alívio e um tempo adequado para que se possa chegar a uma solução menos desumana e com graves conseqüências sociais.
Cientes de que possamos contar com a cooperação de Vossa excelência, agradecemos a atenção e nos colocamos à disposição para colaborar nas ações e mediações que estiverem ao nosso alcance.
Saudações Fraternais
Dom José Antônio Aparecido Tosi Marques
Arcebispo da Arquidiocese de Fortaleza
Prof. Christian Dennys Monteiro de Oliveira
Presidente da Comissão Brasileira de Justiça e Paz (CE)
Com Clovis Renato Clovis Renato, Cristina Fonsêca, Jeane Alves, Chicão OliveiraEtelvina Costa, Waleska Santos

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

A permacultura no Brasil (resumão)


Resumo de todo material a respeito; alto teor de inclusão social, construções de casas de baixo custo, de forma sustentável, usando os elementos encontrados em cada região do país e dando fim a outros que esta poluindo a todo lugar, como as casas de pet, ou casas construídas com pneus, aos bio digestores, cisternas aquecedor solar, casas construídas com palha telhado de grama, super adobe, terra, tratamento de água cinza, esgoto, enfim, formas criativas e ecologicamente corretas, uma forma sustentável de se viver bem...
Precisamos mesmo e divulgar esta ideia, a todos, que não tem acesso á rede.

Agradeço a todos que postaram tantos vídeos bons, e proporcionaram a conclusão deste trabalho.

Sustentabilidade: El Nagual

Florianópolis: Vida de uma família sustentável

Se dinheiro não existisse?

Inglaterra: Homem vive sem dinheiro nenhum porque quer

Vida: Ex- galã da Globo largou fama e dinheiro para trabalhar na rua

Tempos Modernos (Charlie Chaplin)

Charlie Chaplin (Discurso)

Guy Fawkes e a Conspiração da Pólvora na Inglaterra

 Guy Fawkes (Iorque, 13 de abril de 1570 — Londres, 31 de janeiro de 1606), também conhecido como Guido Fawkes, foi um soldado inglês católico que teve participação na "Conspiração da pólvora" (Gunpowder Plot) na qual se pretendia assassinar o rei protestante Jaime I da Inglaterra e os membros do Parlamento inglês durante uma sessão em 1605, para assim dar início a um levante católico. Guy Fawkes era o responsável por guardar os barris de pólvora que seriam utilizados para explodir o Parlamento durante a sessão.
Porém a conspiração foi desarmada e após ser interrogado sob tortura, Fawkes foi condenado a forca por traição e tentativa de assassinato. Outros participantes da conspiração acabaram tendo o mesmo destino. Sua captura é celebrada até os dias atuais no dia 5 de novembro, na "Noite das Fogueiras" (Bonfire Night).
Guy Fawkes nasceu na cidade de York e se converteu ao catolicismo aos dezesseis anos. Como soldado, era especialista em explosivos. Por ser simpatizante dos espanhóis, católicos, adotou também a versão espanhola de seu nome francês: Guido.

Arte/Reflexão: V de Vingança (filme)

 V de Vingança (no original, V for Vendetta) é um filme de ação e um thriller de 2005, dirigido por James McTeigue e produzido por Joel Silver e pelos irmãos Wachowski, que também escreveram o roteiro. É uma adaptação da série de quadrinhos de mesmo nome de Alan Moore e David Lloyd, publicada pela DC Comics sob a sua marca Vertigo.
Situado em Londres, em uma sociedade distópica num futuro próximo, Natalie Portman estrela como Evey, uma garota da classe trabalhadora que deve determinar se o seu herói se tornou a grande ameaça a que está lutando contra. Hugo Weaving interpreta V, um carismático defensor da liberdade disposto a se vingar daqueles que o desfiguraram. Stephen Rea vive um detetive que inicia uma busca desesperada para capturar V antes que ele inicie uma revolução.
O filme foi originalmente programado para ser lançado pela Warner Bros em 4 de novembro de 2005 (um dia antes do 400º aniversário da Noite de Guy Fawkes), mas foi adiado, e estreou em 17 de março de 2006. As críticas foram positivas e os ganhos de bilheteria mundial alcançaram mais de 132 milhões de dólares, mas Alan Moore, depois de ter ficado desapontado com as adaptações cinematográficas de dois de seus outros romances gráficos, Do Inferno e A Liga Extraordinária, recusou-se a ver o filme e, posteriormente, distanciou-se dele. Os cineastas removeram muitos dos temas anarquistas e as referências a drogas que estavam na história original e também alteraram a mensagem política para o que eles acreditavam que seria mais relevante para um público de 2006.
O filme foi visto por muitos grupos políticos como uma alegoria da opressão do governo. Libertários usaram isso como uma afirmação conservadora contra a intervenção governamental na vida dos cidadãos. Anarquistas usaram esse filme para propagar a teoria política do anarquismo.
No final da década de 2020, o mundo está em crise e em guerra; os Estados Unidos não são mais uma superpotência como consequência de uma guerra civil, enquanto uma pandemia mortal do "vírus de Santa Maria" assola o continente europeu. O Reino Unido permanece como um dos poucos países estáveis sob o regime fascista[2] e totalitário do partido Fogo Nórdico (Norsefire), comandado pelo Alto Chanceler Adam Sutler. Opositores políticos, homossexuais e outros "indesejáveis" ​​são presos e enviados para campos de concentração. Evey Hammond, uma mulher que trabalha na rede estatal de televisão britânica, durante uma tentativa de estupro por membros da polícia secreta, conhecidos como "Os Homens-Dedo", é resgatada por um vigilante com uma máscara de Guy Fawkes e que é conhecido como "V". Ele a leva a um telhado para assistir a destruição do edifício Old Bailey, em Londres, que ele mesmo causou. O Fogo Nórdico rapidamente explica o incidente como uma "demolição de emergência" de um edifício estruturalmente instável, porém, logo V interrompe as transmissões da televisão estatal para assumir a responsabilidade pelo ato. Ele exorta o povo britânico a se levantar contra seu governo e encontrá-lo em um ano, no dia 5 de novembro, em frente às Casas do Parlamento, edifício que ele promete destruir nessa data. Evey ajuda V a escapar da sede da emissora de TV, mas é nocauteada no processo. [3] [4] [5] [6]

V de Vingança - Minha Vez!


“Você usa tanto uma máscara que, acaba esquecendo de quem você é.”

Quem é Vc - O Recital (V de Vingança)


“Você usa tanto uma máscara que, acaba esquecendo de quem você é.”

V de Vingança (Discurso)


“Você usa tanto uma máscara que, acaba esquecendo de quem você é.”